Fungos nas Unhas – Onicomicose

micose unha_0_c

É uma infeção fúngica da lâmina ou do leito ungueal (ou de ambos).

Esta infeção pode ser recebida de diversas fontes, tais como :

pessoas, animais, solo, ou nas tesouras ou alicantes utilizados para o corte das unhas.

O tratamento com antifúngico tópico, passa pela aplicação, em forma de spray, creme ou verniz, nas unhas afetadas, mas com sucesso se for muito no inicio da infeção.

Existe uma nova forma de tratamento, sem efeitos secundários nem contra – indicações e bastante eficaz – O LASER.

As Clinicas Doutorpé, têm este equipamento, clinicamente comprovado e é o único laser no mercado, aprovado pela FDA (Food And Drug Administration), concebido especificamente para o tratamento da onicomicose.

 

A onicomicose, vulgarmente conhecida como fungos nas unhas, é uma infeção fúngica que afeta as unhas dos pés e, por vezes, das mãos. Esta condição pode ser não apenas desagradável, mas também embaraçosa, levando a unhas espessas, descoloridas e, em casos mais graves, a dor. Neste artigo, exploraremos o que é a onicomicose, os seus sintomas, causas, tratamento e estratégias de prevenção.

O que é a Onicomicose?

A onicomicose é uma infeção fúngica que afeta as unhas, ocorrendo frequentemente nas unhas dos pés devido ao ambiente propício para o crescimento de fungos em sapatos fechados e húmidos.

Os fungos responsáveis pela onicomicose podem invadir a unha através de pequenas fissuras na pele ao redor da unha ou através da própria unha, levando à descoloração, espessamento e deformação.

Sintomas da Onicomicose:

Os sintomas da onicomicose podem variar em intensidade, mas geralmente incluem:

  • Descoloração: A unha afetada pode apresentar descoloração amarelada, esbranquiçada ou esverdeada.
  • Espessamento: A unha pode tornar-se mais espessa, dificultando o corte e podendo causar desconforto.
  • Descamação: A unha pode começar a lascar, ficar irregular e até mesmo separar-se da cama ungueal.
  • Mudanças na forma: A unha pode tornar-se deformada e irregular.
  • Fragilidade: A unha afetada pode tornar-se frágil e quebradiça.
  • Odor desagradável: Em casos mais avançados, pode ocorrer um odor desagradável proveniente da infeção.

 

Causas da Onicomicose:

Várias causas podem contribuir para o desenvolvimento da onicomicose:

  • Ambiente húmido: Sapatos apertados e húmidos proporcionam um ambiente ideal para o crescimento de fungos.
  • Contágio: O contacto com superfícies contaminadas, como piscinas públicas e chuveiros, pode levar à infeção.
  • Diabetes: Pessoas com diabetes têm maior probabilidade de desenvolver onicomicose devido a circulação sanguínea comprometida e diminuição da resistência a infeções.
  • Imunidade comprometida: Indivíduos com sistema imunológico enfraquecido são mais suscetíveis a infeções fúngicas.
  • Idade avançada: À medida que envelhecemos, a circulação sanguínea nas extremidades pode diminuir, aumentando o risco de infeções fúngicas nas unhas.


Tratamento da Onicomicose:

O tratamento da onicomicose pode ser desafiador e pode variar dependendo da gravidade da infeção:

  • Medicação tópica: Cremes, loções ou vernizes antifúngicos podem ser aplicados diretamente na unha afetada.
  • Medicação oral: Em casos mais graves, o médico pode prescrever medicamentos antifúngicos por via oral, mas estes podem apresentar efeitos secundários e requerem monitorização médica.
  • Cirurgia: Em situações em que a infeção é muito severa ou dolorosa, a remoção da unha pode ser considerada.
  • Terapia a laser: Em alguns casos, a terapia a laser pode ser usada para eliminar os fungos nas unhas.


Prevenção da Onicomicose:

Embora a onicomicose possa ser difícil de evitar completamente, algumas medidas podem ajudar a reduzir o risco de infeção:

  • Higiene pessoal: Manter os pés limpos e secos, secando bem as áreas entre os dedos.
  • Calçado apropriado: Usar sapatos que proporcionem ventilação adequada aos pés, evitando o uso contínuo de sapatos apertados.
  • Meias de qualidade: Optar por meias que absorvam a humidade e trocá-las regularmente.
  • Proteção em áreas públicas: Utilizar chinelos ou sandálias em piscinas públicas, chuveiros e balneários.
  • Cuidado com cortes: Evitar cortar as unhas demasiado curtas ou de forma irregular, para evitar feridas que possam servir de entrada para os fungos.


Em conclusão, a onicomicose é uma infeção fúngica das unhas que pode ser desconfortável e embaraçosa. A prevenção é importante para evitar esta condição, e cuidados adequados com a higiene pessoal e o uso de calçado apropriado podem ajudar a manter as unhas saudáveis. Caso a infeção ocorra, é aconselhável procurar orientação médica para o diagnóstico e tratamento adequados, evitando complicações futuras.

Sente que os seus pés merecem melhor?

Faça agora a sua marcação!