Caminhadas e pés

A caminhada é uma atividade física que pode ser realizada por pessoas de todas as idades e condições físicas. Este tipo de exercício acarreta diversos benefícios para a saúde física e mental.

Caminhadas | Cuidados a ter com os seus pés

Para que possa desfrutar em pleno das mais-valias que esta atividade tem para oferecer, compilámos alguns cuidados a ter antes, durante e após a caminhada.

Preparação inicial

Quer esteja a dar os primeiros passos e aposte apenas em caminhadas mais curtas e de intensidade ligeira ou quer seja uma pessoa veterana em caminhadas intensas, existem alguns cuidados transversais a ter.

Para assegurar a saúde e conforto dos pés é importante garantir que o calçado confere o suporte necessário aos diferentes movimentos dos pés – abdução e adução (movimento de rotação lateral), inversão e eversão (a forma como o pé assenta no chão), flexão dorsal e flexão plantar (movimento vertical).

O calçado deve ser adequado para marcha específica de esforço contínuo e ajustado ao tipo de passada de cada pessoa – que pode ser pronada (rotação interna excessiva do pé e do tornozelo), neutra (com a distribuição de peso e tensão normal no pé) ou supinada (rotação externa excessiva do pé e do tornozelo).

O calçado deve ainda ser leve, respirável, estável e com alguma elasticidade para que se vá adaptando ao edema dos pés. Ignorar este detalhe poderá resultar em microtraumatismos e desconforto.

Cuidados a ter durante a caminhada

Recomenda-se que o exercício não se estenda por um período superior a três horas e que não se realizem no período de maior incidência solar, entre as 12 e as 16 horas.

Especialmente na altura da primavera/verão é aconselhável que os caminhantes cumpram 3 cuidados básicos:

  • o calçado deve facilitar a ventilação do pé
  • as meias devem ser de fibras naturais
  • e devem ainda ser trocadas regularmente durante a caminhada, de forma a evitar a saturação por transpiração

As meias não devem ainda ter costuras e podem conter elasticidade moderada. Sobretudo para pessoas com insuficiência vascular ou edemas.

Por outro lado, qualquer lesão que possa acontecer durante a caminhada deve ser, de facto, avaliada, diagnosticada e tratada. Se a lesão não conferir risco de infeção, após o devido tratamento, a caminhada poderá ser resumida.

Cuidados a ter após a caminhada

No final de cada caminhada, os cuidados com os pés devem ser prioritários.

É essencial que os caminhantes façam a higienização dos pés, a desinfeção das feridas, que mantenham os pés elevados e façam uma massagem com creme adequado.

Sempre que existam flictenas (bolhas), feridas, alterações na pele, lesões musculares ou outro tipo de lesões devem procurar ajuda especializada de cuidados de saúde.

Informação muito importante: as bolhas dos pés não devem ser furadas, nem ser alvo de pomadas ou medicamentos sem aconselhamento de um especialista.

Nos dias seguintes à caminhada, as lesões devem ser tratadas adequadamente, seja no âmbito podológico, fisioterapêutico, de enfermagem ou médico. O caminheiro deve dar descanso ao pé, fazer higienização diária, aplicar um creme relaxante e a realizar alguma atividade moderada.

Garanta os cuidados que os seus pés precisam e merecem, agende a sua consulta de avaliação.